Trabalho da CReSAP reconhecido no Brasil

A Universidade de Brasília realizou recentemente o II Simpósio Internacional de Gestão de Políticas Públicas, no qual os processos de seleção e recrutamento no serviço público mereceram a maior relevância, com referências particularmente significativas para o trabalho que Portugal está a fazer nesta matéria.

O professor Fernando Coelho, da Fundação Getúlio Vargas (EAESP), escola de referência no ensino da Administração Pública no Brasil, interveio sobre modernização do modelo de seleção pública no país.

Referindo haver hoje no Brasil cerca de 10,5 milhões de servidores públicos, noventa por cento dos quais com acesso ao Estado por meio de concurso, o reconhecido académico da Fundação Getúlio Vargas salienta, no entanto, estar o Brasil “muito atrasado em relação a Portugal”, por existirem “disfunções na seleção e treinamento de profissionais”.

Convidado na dupla qualidade de professor da Universidade de Lisboa, especialista de Administração Pública, e de presidente da CReSAP, João Bilhim falou da experiência portuguesa no âmbito do recrutamento e seleção para a administração pública.

Saiba mais aqui.

pesquisa

CReSAP, Comissão de Recrutamento e Selecção para a Administração Pública
erlog